Agri&Pec Cariri chega a sua segunda edição com o debate sobre agronegócio

Hoje, 3, é o último dia da Agri&Pec Cariri, evento que chega a sua segunda edição em 2021, realizado pelo Instituto Federal de Educação do Crato, em conjunto com a Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e Sindicatos Rurais, dada a expertise do Sistema com o Seminário Nordestino de Pecuária (PECNordeste). O evento ocorre, desde o dia 2, na sede do campus do IFCE Crato, totalmente gratuito, e debate o agronegócio por meio de palestras, oficinas, mesas redondas e rodas de conversas.

A programação abordou os segmentos da fruticultura, apicultura, mandiocultura, cotonicultura, agroindústria, bovinocultura, aquicultura, avicultura, ovinocaprinocultura, saberes originários e plantas medicinais. Para ter acesso a programação, o participante precisou apresentar o cartão de vacinação impresso ou virtual contra a Covid-19.

O Agri&Pec Cariri ocorre em uma das regiões mais prósperas do Ceará, que congrega as principais atividades do agronegócio que tem como área de influência a região Sul do Estado e a região da divisa entre o Ceará, Pernambuco, Paraíba e Piauí.

O Seminário contou com o formato de palestras e oficinas práticas e o objetivo é contribuir para o desenvolvimento sustentável do agronegócio da Região do Cariri, estimulando a difusão de novos conhecimentos e o uso da tecnologia. Objetiva ainda, incentivar o fortalecimento do agronegócio, por meio da gestão das atividades agropecuárias, estimular o uso de novas tecnologias e inovações que visem o aprimoramento do mercado e a competitividade nas atividades rurais, além de capacitar técnicos, estudantes do setor, micro e pequenos empresários e produtores rurais envolvidos no agronegócio, com a formação do capital humano.

Para o presidente do Sistema FAEC/SENAR/SINRURAL, Rodrigo Diógenes, a Agri&Pec Cariri debate a inovação para diminuir estrategicamente os custos da produção e durante o evento estão sendo abordados temas e atividades que impactam positivamente no desenvolvimento regional e na melhoria das atividades agropecuárias dos produtores rurais, técnicos e estudantes do setor.