SINDIALIMENTOS apresenta projeto de parceria público-privada para abatedouros de aves

Durante a reunião do Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense-AGROPACTO,  realizada nesta terça-feira ,9,  no auditório do Sistema FAEC/SENAR-CE,  o  engenheiro André Siqueira , presidente do SINDIALIMENTOS, apresentou   aos participantes um projeto de Parceria Público-Privada para   construção de Entreposto de  Ovos e Abatedouro  de Aves.  A preocupação de André Siqueira,  é com as exigência s do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA)  e do próprio Governo do Estado , através da ADAGRI, no tocante a fiscalização do abate, pontos de venda e  legalização de granjas .

Ele apresentou um projeto técnico, com plantas  para entreposto de ovos  e um modelo de abatedouros de aves, com os respectivos projetos arquitetônicos, memorial descritivo da construção e econômicos-sanitários, para pequenos e médio-porte, aprovado pelos órgãos responsáveis, que  poderá ser solicitado por e-mail – sindialimentos@sfiec.org.br . Segundo André Siqueira,  a finalidade é apoiar o empreendedor na concepção Dio seu negócio de forma que tenha mais agilidade nos processos de regulamentação.   O projeto já conta com o apoio da FIEC, do SEBRAE e da  Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado-SEDET e agora contará também com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará.

O Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará , Flávio Saboya, disse na ocasião, que a FAEC tem interesse em apoiar a parceria proposta pelo Sindialimenos , e que através do SENAR- Serviço Nacional de Aprendizagem Rural,  já está levando  assistência técnica  e gerencial a um  grupo de produtores  na avicultura, citando como exemplo os municípios de Canindé e Limoeiro do Norte, onde as idéias poderão ser disseminadas. Ele inclusive , sugeriu a formação de um grupo de trabalho para por  em prática estas ações no tocante a viabilização de entreposto de ovos e abatedoruro de aves.

 O secretário executivo de Agronegócio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Silvio Carlos Ribeiro também presente ao AGROPACTO  considerou a idéia um salto para nossa agropecuária, informando que a SEDET está  apoiando  integralmente as iniciativas que venham a contribuir para a melhoria da gestão do agronegócio cearense, criando uma ambiência para o pequeno, o médio e o grande produtor.   ]

O Chefe da Divisão de Defesa da Agropecuária da Superintendência Regional do   MAPA no Ceará, Caio Damasceno, informou   que o abate clandestino de animais será combatido com maias rigor, e no caso  da avicultura, a grande preocupação é com a influenza aviária , e que granjas  acima de mil animais são obrigadas a terem registro.  Paulo Jorge, representante do SEBRAE-CE, informou  também que o Sebrae já vem trabalhando essa questão com vários elos da cadeia produtiva, assim como a Secretaria de Desenvolvimento Agrário-SDA,  que já implantou dois abatedouros de aves, em Itapipoca e Senador Pompeu , e está instalando abatedouros de ovinocaprinoculltura, entrepostos e casas do mel.  Representantes da ADAGRI, Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A reunião o Agropacto contou ainda,  com a participação de representantes do BNB,   Adagri, APROLECE, ADECE,   SENAR, FAEC,  diversos produtores  engenheiro agrônomos e  médicos veterinários .