SENAR PROMOVEU UMA LIVE SOBRE DOMA RACIONAL E SUAS VANTAGENS PARA OS ESPORTES EQUESTRES

No dia 15 de julho, o Sistema FAEC/SENAR promoveu uma live sobre doma racional e suas vantagens para os esportes equestres, no canal do sistema e na página do FACEBOOK, contando com a participação do SuperIntendente do Sistema FAEC/SENAR, Sérgio Oliveira, a Diretora Técnica do SENAR,  Ana Kelly Cláudio, o Presidente do SINRURAL de Aracoiaba e Médico Veterinário, Mateus Diógenes,  o Produtor Rural, Rodrigo de Freitas Souza, o Médico Veterinário, Diogo Gonzaga Jayme, o professor, Pedro Ivo Costa  e com a mediação do Instrutor do SENAR-AR, Rafael Campos. A primeira live, foi realizada, na quarta-feira, dia 9 de julho foi sobre alimentação e os principais cuidados para o seu cavalo.

O SuperIntendente do Sistema FAEC/SENAR, Sérgio Oliveira, explicou  como o SENAR aprofundou na questão do conhecimento de equinocultura com cursos, como Doma Racional, Casquiamento e Rédias.

O Instrutor do SENAR-AR, Rafael Campos, destacou que “O curso de Doma Racional, Casquiamento e Adestramento, eles foram iniciados em 2016, a gente trabalha diretamente no campo tenho de 24h á 32h dependendo da escolha do curso realizado, e precisamos mostrar como podemos cuidar e trabalhar com esses animais além de ajudar mais de 1.000 produtores, formando uma grande especialização no ramo.”

O Médico Veterinário, Mateus Diógenes, relatou como os cursos podem ser importantes para a formação do produtor e questionou, começando o clico de perguntas, ao Professor, Pedro Ivo, sobre como a Doma Racional interfere no habitat do cavalo. Segundo o professor, o cavalo precisa usar o raciocínio trabalhando e exercitando a mente dele, e muitas vezes a doma não é um ato de violência, e sim, de aprendizado para o produtor e o cavalo. Mateus Diógenes complementou o debate exemplificando sobre como o treinamento incorreto pode tornar o cavalo agressivo.

O Médico Veterinário, Diogo Gonzaga Jayme, disse que “Ensinar o cavalo é a melhor opção de doma, assim ele aprende a se portar e tem uma atuação melhor nos esportes como a vaquejada”. Segundo o Médico, não se pode entrar em confronto com o cavalo, muitas vezes, o cavalo tem uma linguagem corporal demonstrando se ele sente medo, estresse ou insegurança, e também com o uso da força excessiva no cabresto acaba deixando o cavalo pressionado e assim, ele não consegue ter seu espaço e respeitar o instrutor ou o esporte que está praticando.”.

O Produtor Rural, Rodrigo de Freitas Souza, destaca que “A doma racional, não é só um ato de domar, mas de se comunicar com o cavalo, assim você cria um vinculo com o seu cavalo tendo facilidade de poder treina-lo para vários esportes, por isso a doma racional é a base antes de qualquer treinamento.”.

A Diretora Técnica, Ana Kelly Cláudio, finalizou a live falando a importância do ramo da equinocultura e a troca de conhecimentos, e anunciou à próxima live na quarta, dia 23 de julho, sobre “A importância do casquiamento desempenho do cavalo atleta.”