Programa AgroNordeste chega a Horizonte para melhorar produção de caju e já beneficia 240 propriedades rurais do Ceará

O Programa Agronordeste do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, em convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural-SENAR-CE está sendo implantado em vários territórios cearenses, em parceria com o SENAR- CE. Em Horizonte, a parceria inclui o sindicato do município, que iniciou no mês de setembro a capacitação de 30 produtores rurais na cadeia produtiva do caju.

Sob a orientação do engenheiro agrônomo, Alexandre Campos, o presidente do Sinrural, Franzé Sousa, que é também engenheiro agrônomo, acompanha de perto as visitas e aposta que com uma boa assistência técnica será implantada uma cajucultura de alto desempenho com boa produtividade.

O aproveitamento do pedúnculo e aumento de renda do produtor rural de Horizonte são pontos destacados por ele. Os produtores vão receber, durante dois anos, todo o acompanhamento necessário para a melhoria da produção e produtividade nestas fazendas.

  240  propriedades já são  beneficiadas 

A cajucultura é uma cultura importante no Ceará, por isso, o Agronordeste já está atuando em oito municípios, beneficiando 40 propriedades rurais, nos municípios de: Marco, Chorozinho, Barreira,Cascavel,Martinópole, Amontada e Bela Cruz, esta ultima terá inicio no mês de outubro próximo.

Segundo o Coordenador do AgroNordeste/Ateg, Eduardo Barroso, em cada propriedade é feito o diagnóstico da situação e elaborado um planejamento das necessidades da cultura, visando sempre a produção e a produtividade e como consequência, melhorar a renda do produtor.