I Festival da Mandioca trabalha a valorização da cultura no município de Salitre

O município de Salitre lançou, no dia 5 de novembro, o I Festival da Mandioca. O evento contou com a exposição de comidas feitas à base de mandioca, apresentações, oficinas de capacitação e concurso gastronômico.

O cultivo e o processamento da mandioca é a principal atividade do município que conta com mais de 200 casas de farinha de mandioca. Outro destaque são os hectares plantados de mandioca que, somente em 2021 já passam dos 15 mil hectares com precisão de recorde na próxima colheita estimada em 150 mil toneladas, aproximadamente.

Para o presidente do Sistema FAEC/SENAR, Rodrigo Diógenes, o evento chega em boa hora. “‘É o momento para refletirmos a valorização da cultura da mandioca, atualizando produtores rurais quanto às novas tecnologias de plantio e beneficiamento. E que as casas de farinha tenham acesso também as inovações. A preocupação do Sistema FAEC/SENAR/SINRURAL é contribuir para que o produtor rural produza mais e melhor,” destaca.

O prefeito Dodó de Neoclides, a secretária municipal de agricultura Luzinete Andrade e o presidente da Ematerce, Antônio Amorim também acompanharam o evento de abertura.

Com informações da Ematerce