FLÁVIO SABOYA É ELEITO PARA NOVO MANDATO NA FAEC

34976169042_cb1e33f80c_oO  engenheiro agrônomo Flavio Viriato de Saboya Neto  foi eleito ontem( 13)  para mais  um mandato quadriênio à frente da Presidência da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará,-FAEC, para o quadrienio 2018/2021.  Saboya obteve a maioria dos votos dos 49 presidentes  de sindicatos  rurais através da Chapa “Unidade Sindical e Participação Democrática”.
Como é do conhecimento de todos assumimos a presidência da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – FAEC, quando o nosso grande líder José Ramos Torres de Melo Filho convidou-nos para ocupar o honroso cargo de Presidente em 2000 e já em 2002,  submeti-me ao julgamento em eleição direta, sendo esta  nossa  segunda eleição.  Naquela época fiz ver a todos que a ocupação  dessa função por muito tempo seria, na nossa visão, pouco salutar, vez que o sistema de rodízio permitiria a outros companheiros exercerem a presidência e externar suas contribuições. E foi esse pensamento que nos levou a propor e aprovar a possibilidade de cada Presidente exercer apenas até dois (02) mandatos consecutivos, disse Saboya. Foi  então, com essa visão que  nos candidatamos mais uma vez e pedimos o apoio   dos companheiros de todos os Sindicatos,  sendo este o nosso último mandato, não esquecendo nunca o compromisso com todos. Em carta endereçada aos presidentes de sindicatos dos produtores rurais, Flávio Saboya, fez um apelo  à união de todos, na defesa da unidade da  Federação  e da  indispensável Unidade Sindical  destacando as  ações que pretende desenvolver:
II- Linhas de Ação
1- Estabilidade financeira dos Sindicatos
- Promoção de Seminários Regionais objetivando discutir e encontrar alternativas para a estabilidade financeira e operacional dos Sindicatos.
2- Instalação da Sala do Produtor Rural nos Sindicatos.
Essa providência irá permitir a perfeita e imediata integração sindical via notícias, entrevistas, informações e cursos com o SENAR Administração Central
3- Conforme antecipado em 2017, será estendido a todos os Sindicatos, além da identificação do curso e acompanhamento, seu lançamento no “Senar nas Nuvens”,
4- Intensificação e capacitação das Equipes Técnicas e Administrativas dos Sindicatos, contribuindo para sua sustentabilidade.
5- Uma maior interação com os Sindicatos laborais e prefeituras municipais, mediante “Termos de Parceria”.
6- Instalação de Escritórios de Atendimento de Suporte Sanitário em parceria com o Governo do Estado (ADAGRI) para sanidade animal, nos moldes do já instalado (Coreaú).
7- Recadastramento do público rural dos Sindicatos, com convênios com a CNA para tal fim.
8- Abertura de poços profundos para os produtores vinculados aos Sindicatos via apoio creditício do Banco do Nordeste do Brasil – BNB e Governo do Estado.
9- Acolher a iniciativa do Sindicato Rural de Moraújo com o “Projeto Doutores do Sertão”, que visa a sucessão rural, por meio da fixação dos jovens filhos de produtores rurais, que estão cursando no ensino da área das ciências agrárias.
10- Preparar e submeter a apreciação dos Conselho de Representantes da FAEC e do Conselho Administrativo do SENAR-CE o Código de Ética do Sistema FAEC/SENAR-CE/SINRURAL, que, após aprovado, passará a ser de observância obrigatória por todo o Sistema