ENGENHEIROS AGRÔNOMOS COMEMORAM DATA E HOMENAGEIAM PRESIDENTE DA FAEC COM MEDALHA GUIMARÃES DUQUE

20141204_211248_resizedA Associação dos engenheiros Agrônomos do Ceará que completou  72 anos,   comemorou ontem, 4,   o Dia do engenheiro agrônomo, que transcorreu no ultimo dia 12 de outubro, com uma programação especial,quando   teve inicio um debate técnico sobre a importância da cajucultura no desenvolvimento sócio- econômico do Nordeste pelo Presidente da ASCAJU e secretário de Desenvolvimento Economico de Horizonte, engenheiro agronomo Francisco José de Sousa e Wagner Jucá,  vice-presidente da Ascaju . Em seguida deu-se  a entrega da Medalha Guimarães Duque  ao homenageado deste ano,  o engenheiro agrônomo, Flávio Viriato de Saboya Neto, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do  Ceará.  A propositura da medalha para Flávio Saboya foi do  do Engº agronomo Odilon Neutacio Cruz, aprovada por unanimidade pela categoria, que na ocasião destacou as qualidades do homenageado como um dos maiores defensores da categoria e da Agropecuária no Estado nestes 45 anos de atividades tendo passado por diversos órgãos e instituições.

 O Secretário Nelson Martins além de destacar a importância da Associação ao qual pertence na qualidade de engenheiro agronomo, ressaltou a importância da medalha levar o nome de um dos maiores professores e agrônomos do Brasil. José Guimarães Duque, enaltecendo as qualidades do  homenageado, Flávio Saboya que classificou como um defensor firme do setor agropecuário do Estado, inclusive na articulação da campanha do milho neste período de estiagem e na campanha  da febre aftosa,exercendo um papel determinante juntamente com a Fetrace, na liberação do Estado  pela OIE, como zona livre da febre aftosa, disse Nelson Martins No final da solenidade, , ocorreu  o lançamento do livro Extensão Rural , Simulacro de Educação Rural  como Estratégia de Desenvolvimento, de autoria do Engº. Agrônomo  Nizomar Falcão Bezerra.O encerramento se deu  com a confraternização da categoria .

 O presidente em exercício da  Associação, Eng.º agronomo  Claudio Matoso Vilela Lima, disse que a escolha de Flávio Saboya  deve-se   ao destaque dele junto à   categoria agronômica e na   luta pelo engrandecimento da agropecuária do Estado do Ceará, bem como , pelas  posições de destaque que ele vem ocupando no cenário estadual, como ex- superintendente do Senar-Ce, já tendo ocupado também a representação de conselheiro do Conselho Deliberativo da Sudene, representando a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil-CNA e, recentemente, foi     eleito  como Presidente do Conselho Deliberativo do  SEBRAE-Ce.  Saboya tem 45 anos como Engº agronomo , produtor rural , servidor publico estadual e dirigente classista.

 A solenidade  contou com a presença do secretário de Desenvolvimento agrário, Engº agronomo Nelson Martina,vice -presidente do CREA-Ce, Paulo de Tarso Meyer, Alci Porto Gurgel, Diretor Técnico do Sebrae-Ce, e  engenheiros agrônomos de diversas entidades, bem como familiares do homenageado, sua esposa,Ines , filhos, netos, genros e noras. A Federação da Agricultira e Pecuária do Estado do Ceará- FAEC , esteve representada  pelos engenheiros  agrônomos  Gerardo Angelim ,chefe de gabinete, coordenador Técnico do Senar-Ce, Eduardo Queiroz e pelo assessor especial, Paulo Remigio. O superintendente do Senar-Ce, Paulo Hélder Braga não pode  comparecer a solenidade por estar em missão oficial participando do encontro de superintendentes, mas destacou a importância dessa Medalha , que representa o reconhecimento e a dedicação de Flávio Saboya em diversos órgãos e instituições por onde passou, inclusive como Presidente da Associação dos Criadores do Ceará ,Clube do Berro e da Associação de Gado Gersey.

FLÁVIO SABOYA DESTACA IMPORTÂNCIA DA HOMENAGEM

 Em  seu discurso de agradecimento, Flavjo Saboya, disse que recebeu com muito  orgulho

a medalha Guimarães Duque, maior comenda outorgada pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Ceará. Sabpya  ” tenho procurado exercer com muita responsabilidade profissional nos últimos 45 anos, as profissões de Engenheiro Agrônomo, de produtor rural, de servidor público estadual e de dirigente classista.Nossa caminhada como Engenheiro Agrônomo, na defesa da classe e da agricultura nordestina, tem sido pautada na transparência e na retidão de nossos atos.

Temos a convicção do nosso mister na defesa da classe agronômica e da agricultura no Ceará.

Neste momento, à frente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – FAEC estamos sempre vigilantes e disponíveis às justas causas da nossa categoria, que se reveste como de fundamental importância. É nosso compromisso com esta Associação e com todos os Engenheiros Agrônomos do Ceará, continuarmos na promoção da categoria agronômica cearense, a qual pertencemos com muito orgulho.

Muito cedo observando os esforços do nosso querido avô, um pequeno produtor rural em Sobral, passamos a nos identificar com a agronomia e já na puberdade acompanhávamos, na antiga Secretaria de Agricultura, os trabalhos de nosso tio, já falecido, o Engenheiro Agrônomo João Barbosa de Paula Pessoa Saboya, exemplo de trabalho comprometido com a agronomia cearense e com os produtores rurais do nosso estado, caminho que temos procurado, também, trilhar em nossa caminhada.

Segundo ele, hoje  na FAEC,”  enfrentamos sérias dificuldades decorrentes das secas sucessivas por que passam os produtores rurais, independentemente, do seu porte, onde, entendemos que a missão do Engenheiro Agrônomo é preponderante. Nesse quadro reconhecemos o papel fundamental desse profissional, notadamente, quanto à conscientização de homens e mulheres rurais para uma mudança radical nos hábitos no que concerne à reserva alimentar animal, no cotidiano de suas atividades no semiárido, permitindo, finalmente, a verdadeira convivência com as frequentes intempéries climáticas.

Concluindo, queremos, neste momento, mais uma vez, agradecer por esta homenagem que significa um estímulo ao trabalho diuturno que desenvolvemos para o engrandecimento da atividade agronômica no Ceará, com ênfase para os produtores rurais, motivo maior da FAEC.

Obrigado!

 ATT. ASSESSORIA DE IMPRENSA

JORNALISTA  RESPONSÁVEL: SILVANA FROTA