Em Mauriti, ovinocaprinocultura segue rumo certo

ATeG modifica realidade de ovinocaprinocultores, em Mauriti

A ovinocraprinocultura sofreu com longos anos de estiagem, perdendo cerca de 70% do rebanho. Com a assistência técnica e gerencial do SENAR, surgiu um novo alento para os produtores. Houve grande avanço, mas há um longo caminho a percorrer. “Estamos no caminho certo,” afirmou o presidente do Sinrural de Mauriti, José Artálio Leite.