Diretor geral do AgroNordeste conhece as ações do sistema FAEC/SENAR-CE

Com a finalidade de conhecer as ações do Sistema FAEC/SENAR-CE, o Diretor  Geral do AgroNordeste,  junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento-MAPA, ex-deputado Danilo Forte, esteve nesta quinta-feira, 12, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária. Ele foi recebido pelo Presidente, Flávio Saboya, vice-presidente Rodrigo Diógenes e pelo superintendente do SENAR-CE, Sergio Oliveira da Silva e pelos presidentes dos Sindicatos Rurais de Moraújo e Quixeramobim, Élder Aguiar e Cirilo Vidal, respectivamente.

 Na ocasião, Danilo Forte informou que o lançamento do AgroNordeste, deverá ocorrer  no dia  27 de setembro ou primeiro de outubro, em Brasília e que o anúncio das ações deverá ser feito pela Ministra Tereza Cristina.

O presidente da FAEC apresentou  os principais programas e ações do Sistema, incluindo as necessidades do setor, principalmente do setor leiteiro do Estado, uma vez que somos hoje o segundo maior produtor de  leite do Nordeste, e ainda não temos um laboratório de análise do leite, tema que inclusive  esta sedo tratado Juno a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho do Estado-SEDET.

AGRONORDESTE

O Diário Oficial da União publicou no dia  19 de agosto, portaria que estabelece o Plano de Ação para o Nordeste (AgroNordeste). Coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o plano tem como objetivo apoiar a organização das cadeias agropecuárias, ampliar e diversificar os canais de comercialização, além de aumentar a eficiência produtiva e o benefício social na Região Nordeste.

O plano é considerado prioritário pela ministra Tereza Cristina, e já vem sendo desenhado por uma equipe multidisciplinar desde o início do ano. No mês de maio, foi realizada a primeira reunião do Comitê de Coordenação Central do Plano de Ação para o Nordeste para definir as prioridades para região.

No primeiro semestre, a ministra visitou os estados do Piauí, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas, Bahia e Pernambuco, onde conheceu diferentes iniciativas de produção e comercialização. Depois de ver de perto os desafios enfrentados pelos agricultores nordestinos, a ministra e sua equipe têm atuado para definir políticas especiais para a produção agrícola do semiárido, do Sertão e da Caatinga.

Entre suas diretrizes, o plano AgroNordeste define que as ações empreendidas pelo Mapa devem encaminhar soluções para os entraves identificados à competitividade das cadeiras agropecuárias relevantes ou com potencial de desenvolvimento e apoiar a melhoria dos sistemas produtivos até a etapa de beneficiamento e processamento de produtos agropecuários da região.

SOBRE O PROGRAMA DOUTORES DO SERTÃO  

O presidente do SINRURAL de Moraújo,  Élder Aguiar, apresentou ao diretor geral do AgroNordeste, o Projeto Doutores do Sertão, com a linha temática de Desenvolvimento Rural , Agroecologia e Produção  Orgânica e Subtema  Agricultura Familiar, Pequeno e  Médio Produtor e Juventude. Os Doutores do Sertão, tem como foco a busca  por uma agricultura agroecológica sustentável e competitiva e a sucessão no campo, em Moraújo.  A proposta  inclui  a implantação de seis unidades demonstrativas, sendo três UTRS – Unidades de Referência Tecnologia, de pesquisa de forrageiras animal, e outras 3 Unidades Demonstrativas (UD), com hortas orgânicas, em parceria com três Sindicatos: Moraújo, Granja e Viçosa do Ceará, onde serão realizados cursos em várias áreas, especialmente de fruticultura.

Segundo Élder Aguiar o projeto Doutores do Sertão, deverá atuar em cooperação com os Institutos Federais de Educação – IFCEs, de Sobral e Tianguá, onde existem Campus Avançados do Instituto.  Inicialmente, o projeto prevê bolsas de estudos remunerado para 8(oito ) estudantes, no valor de R$ 550,00. Para ele o projeto se encaixa perfeitamente nas ações que o Governo Federal tem planejado para o Nordeste, o projeto será avaliado pelo diretor geral do AgroNordeste. “A expectativa é que ele seja aprovado e inserido no AgroNordeste”, conclui ele.