Agropacto discute projetos de 6 finalistas do Programa CNA Jovem e apresenta propostas de inclusão na ATeG

Preocupada em inserir novas lideranças no campo para impulsionar ainda mais o setor agropecuário,  a Confederação  da Agricultura e Pecuária  do Brasil – CNA e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural l vem realizando, desde  2016, um concurso que escolhe os melhores  planos de ação dos participantes. No Ceará, o CNA Jovem se realiza pela segunda vez, iniciado que foi em 2014 e este ano, selecionou seis (6) dos 13  jovens inscritos.

A apresentação dos seis (6) trabalhos foi feita no dia 20/11,  no auditório do Sistema FAEC/SENAR/SINRURAL, durante a reunião do Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense – Agropacto, evento promovido a cada 15 dias pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará, coordenado pelo presidente Flávio Saboya. Na ocasião ele apresentou como desafio a proposta da criação de um grupo com esses Jovens da CNA,  no programa de assistência técnica e gerencial do SENAR, nos polos de atuação no Estado, levando avante a ideia de formar futuras gerações no campo e quem sabe, futuros presidentes de Sindicatos, disse Flávio Saboya. Fiquei impressionado com a qualidade dos trabalhos apresentados e com o perfil dos jovens cearenses, todos de nível superior e mestrado, alguns são  professores, certificou.

Cada participante teve entre 10 a 15 minutos para expor seu plano de ação voltado para o desenvolvimento da agropecuária. Após as apresentações foi aberto o debate, e, no final, foram  anunciados o nome dos três (3) finalistas que irão concorrer a etapa nacional, em Brasília, no próximo ano. Os instrutores do SENAR e membros do CNA Jovem no Ceará, Italo Araújo, do município de Moraújo e Antônio Moreira Barroso, de São Gonçalo, apresentaram o  programa CNA JOVEM 2018 e anunciaram que foram selecionados para participar da Rede CNA Jovem Líder, egressos das etapas nacionais, com o objetivo de impulsionar os projetos e desafios propostos.

OS 3 SELECIONADOS E SEUS PROJETOS 

Conforme explicou a coordenadora do CNA Jovem, Germana Moreira, os  critérios de avaliação dos trabalhos  leva em conta três aspectos psicopedagógicos: cumprimento das instruções de prazo, qualidade dos produtos entregues e a capacidade de liderança. Foram os seguintes os três finalistas selecionados:

1° lugar: Felipe Alves da Costa – graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Município de Quixeramobim

Tema: Gestor Jovem: o Jovem como protagonista da gestão rural com o apoio da tecnologia no campo

Proposta: Diminuir o êxodo rural devido à seca, desenvolver um APP com padrões de gamificação para que o jovem aumente sua inserção no  O jovem cadastra sua propriedade e visualiza as das proximidades e a partir dai vai monitorar as dificuldades que podem ser compartilhadas e solucionadas, aumentando o engajamento,

2° lugar: Renato Mesquita Peixoto – Mestrando em Zootecnia e Doutorando em Ciências Veterinárias pela UVA, do Município de Miraíma

Tema:  Aplicar os preceitos da agricultura 4.0 aos ovinocaprinocultura da Região Norte do Ceará.

Foco: Produção de pequenos ruminantes

Diagnóstico : O que tem se desenvolvido bastante na Região Nordeste se bem explorados podem aumentar um potencial produtivo, no entanto é preciso a escolha adequada e a otimização do Sistema. Estima-se que 90% do aumento da produção mundial de alimentos terá que ter ganhos de produtividade, por isso é preciso entrar na agricultura 4.0, com alta tecnologia, com conectividade, incrementar a produtividade sempre respeitando o meio  ambiente, observa-se uma modernidade para o produtor e uma qualificação da assistência técnica de acordo com as necessidades do produtor, usufruir de uma tecnologia inovadora, é um mapeamento completo

3° lugar : Rodrigo Dias  Silva, formando em Agronomia e Mestrando em Zootecnia de Massapê.

Tema : criação de um manual interdisciplinar para educação no campo

Desafio: criar um manual para professores, para que ele possa adequar seu conteúdo de ensino regular nas escolas normais  e ou escolas técnicas, criar uma equipe para fazer o monitoramento das ações, formar profissionais de educação aptos a lecionar em escolas do campo e escolas agrícolas, melhorar a didática do professor em função do seu público alvo.

Foco: município de Massapê, com extensão depois para os municípios de Granja e Senador Sá.

Relevância do Projeto:  se dá pela melhoria da qualidade de vida do homem do campo, aumento da renda em função da otimização de produção, diminuição do meio rural, valorização do agricultor. Entre as ações concretas, realizou ações concretas de horticultura e educação ambiental

OS OUTROS 3  FINALISTAS

1- Érica Araújo Lopes: técnica em Irrigação e Drenagem e em Agropecuária do Município de Quixelô.

Área Foco: Síndical

Tema: Gestão Auto Sustentável

Proposta: O Sindicato ter seu próprio site, aumentando a visibilidade, o  número dos associados que  pagam  a contribuição, aumentar a produção, a lucratividade dos associados, não ter a presença do atravessador, fazer a entrega dos produtos de maior volume de compra.

2 – Lucas dos Santos Fonseca – Mestrando em Zootecnia do Município de Fortaleza.

Tema:  Fornecer Kits em locais urbanos e rurais, práticos para produção mensal de cebolinha e coentro (cheiro verde), alface, pimentão e tomate em locais urbanos rurais, no município de Palmácia.

Foco: que o pequeno produtor se torne empresário rural, aliando assistência técnica contínua e padronização e aliando manuais com histórias de sucesso.

3 – Francisco Caio Vasconcelos: mestrando em Zootecnia do Município de Santana do Acaraú,

Tema: Programa Mais Gestão, Mais lucratividade

Área de atuação: institucional (através de uma parceria  com a FAEC/SENAR/CE  e outras instituições  como o  Sebrae, Secretarias municipais. O mesmo já foi apresentado na UVA e EMBRAPA Caprinos e Ovinos, com grande aceitação.

Atividades: caprinovinicultura, bovinocultura de corte

Local: região Norte do Estado, visa aliar gestão e produtividade ao produtor rural na gestão do negócio, fortalecendo a economia no Estado, aliando vários elos da cadeia produtiva, propiciando maior inclusão do jovem no mercado.

HOMENAGEM AOS PALESTRANTES, INSTRUTORES E FINALISTAS

Na ocasião do encontro do Agropacto foram feitas homenagens (placa e medalha) aos quatro palestrantes que foram representados pelo articulador do Sebrae -CE, economista Rogério Moraes, que ministrou uma Oficina sobre Narrativa e Oratória. Ele agradeceu em ter podido dar essa contribuição, e parabenizou pelos trabalhos apresentados que refletem a face inovadora das propostas e a possibilidade de integração com outros projetos. Foram palestrantes durante a campanha do Programa CNA Jovem no Ceará, o presidente do Sindicato da Industrias de Alimentos e Avicultura do Ceará – Sindialimentos e presidente do Centro Industrial do Ceará, André Siqueira, o engenheiro agrônomo e vice-presidente da FAEC, Rodrigo Diógenes, Paulo Jorge e  Rogério Morais, ambos articuladores do Sebrae-CE. Os instrutores e os finalistas também receberam uma medalha.

SOBRE O PROGRAMA  

O CNA Jovem é desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-BRASIL) e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). No  Ceará, a ação é executada pela Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC) e SENAR-CE. Este ano, foram promovidos três encontros, o primeiro em março, para informações gerais sobre o regulamento e elaboração dos planos de trabalho. O segundo encontro presencial  aconteceu em agosto e o último, agora em outubro. Além  da capacitação os cinco finalistas a nível nacional já ganharam uma visita técnica para a China na edição de 2014, e conheceram as inovações em Nova  Zelandia, em 2016. Para participar o jovem deve ter idade entre 22  e 30 anos e diploma em curso técnico de nível médio ou superior, além de interesse no setor agropecuário, o curso teve carga horária de 60 horas com duração de 9 semanas.

PRESIDENTES DE SINDICATOS E COORDENADORES DESTACAM O CNA JOVEM

O presidente do Sindicato de Ibaretema, e vice-presidente da FAEC, Carlos Bezerra Filho, disse que  o programa  é fantástico, mas  precisa ser engajado aos nossos Sindicatos. A coordenadora do CNA Jovem no Ceará, Germana Moreira, ressaltou o comprometimento de todos com o programa que realizou três treinamentos. Já a diretora técnica do SENAR, Kelly Claúdio, enfatizou  o engajamento dos jovens nos três encontros e parabenizou pelos planos de ação, sugeriu ainda a  participação deles  no Seminário Nordestino de Pecuária – PECNORDESTE no próximo ano, com sessões de poster, inclusive no show room, de 13 a 15 de junho.

Já o presidente do Sindicato Rural de Moraújo, Elder Aguiar parabenizou pelo trabalho de cada um ,afirmando haver  uma expectativa muito grande do novo governo e espero que esse governo atenda realmente às demandas do Nordeste, disse . O Sinrural de Moraújo é autor do projeto ” “Doutores do Sertão”, e está agora engajado  dentro do CNA Jovem, traz muitas coisas do pensamento deste programa, que é sucessão no campo e transferência do conhecimento acadêmico,  disse Elder que  sugeriu ao Presidente da União dos Municípios do Brasil – UBAM-   , Almir Guilherme presente ao encontro apoiar alguns projetos.

Jucileide Nogueira, assessora técnica da FAEC também parabenizou os trabalhos apresentados e estimulou a todos a continuarem alimentando seus sonhos e fazendo o melhor pelo campo.

GALERIA DE FOTOS

Maiores Informações:

Germana Moreira

Analista Júnior – Educação

+55 85 3535-8054